Ter um domínio próprio no blog pode gerar algumas dificuldades e dessabores. Nem sempre tudo é as mil maravilhas ao adquirir um domínio personalizado, ainda que a maioria das recomendações na internet, incluindo as minhas, são para que todo blog tenha o seu domínio próprio registrado, conforme orientamos no artigo "É importante registrar todos os domínios?", alguns pontos podem tombar a favor do não registro.




1) Não precisa se preocupar com a renovação anual

Se você quiser ter o seu domínio "pra sempre" terá que renová-lo todo ano e não adianta chorar! Por mais que o termo comprar signifique que o bem lhe pertencerá para sempre, esse não é o significado pleno do termo quando se trata de domínios personalizados. O prazo mínimo de adquisição é de um ano, podendo ser registrado por um tempo maior, conforme o registrador escolhido. No Go Daddy, por exemplo, o domínio pode ser registrado por até 10 anos. Enquanto que no Uol Host, o registro é por, no máximo, um ano. Bem! Tá na hora do Uol Host repensar o jeito de comercializar os seus serviços. Isso quer dizer que se você esquecer ou deixar o prazo passar, adeus domínio.

2) Não paga nada para manter seu blog no ar

Quando você escolhe uma plataforma gratuita de hospedagem para o blog, você ganha a hospedagem e um subdomínio gratuito. Por exemplo, www.blogdachiquinha.webnode.com.br ou www.blogdachiquinha.blogspot.com, o que irá variar de acordo com a plataforma escolhida. Além disso, um domínio próprio custa, no mínimo, R$ 19,90 por ao ano, para mais ou para menos. Mas, se você precisar hospedar o seu blog em um serviço pago, terá que pagar mais R$ 14,90, por mês, no mínimo, variando de acordo com o plano contratado.

3) Não tem seus dados pessoais exibidos na internet (a considerar)

Uma das maiores preocupações com a contratação é a
exposição de dados pessoais na internet. Infelizmente, a transparência coletiva se sobressai à privacidade de informações pessoais. Os domínios internacionais, dependendo de onde o registro for feito, é possível contratar um serviço deregistro privado de domínios, onde os dados pessoais são ocultados. Contudo, os registros nacionais impedem que essa opção seja utilizada. Seria mais seguro e interessante, se ela ficasse restrita a solicitações de cunho judicial, por exemplo.

4) Seu blog será acessado eternamente

Se o seu blog está hospedado no Blogger, pelo menos por enquanto, não será excluído. Ainda que você não poste mais nada a dez anos, como é o caso de vários blogs com endereços interessantes, ou então, só tenha criado o blog e nunca postou nada, ele continuará lá, firme e forte! Isso acontece, por que o Blogger tem o objetivo de manter os blogs do jeito que foram deixados por seus criadores.

5) Se o blog não for pra frente, você não gastou nada com ele mesmo!

Alguns blogs começam com boas ideias, mas nem sempre conseguem o crescimento esperado por seus criadores. Fazer com que um blog cresça exige tempo, esforço e alguns investimentos. Se você não quiser tocar mais o blog pra frente, basta deixá-lo lá e não atualizá-lo mais. De qualquer forma, você tentou, viu o potencial que o blog poderia ter ou não e desistiu do projeto.

6) Não perderá o posicionamento nos mecanismos de buscas, tráfego e Page Rank (a considerar)

O Dicas Blogger chegou a ter o Page Rank 6. Alguns desinformados não sabiam desse prodígio alcançado pelo DB e andaram falando bobagem por aí. Mas isso foi alcançado enquanto o blog usava o domínio www.dicasblogger.blogspot.com. A partir do momento que o blog passou a usar o domínio próprio, conforme explicado pela Juliana neste artigo "Sobre o Page Rank do Dicas Blogger", ele zerou e o blog precisou reconquistar seu espaço com o seu novo endereço de URL. Além disso, as visitas precisaram de uns 45 dias para se normalizar, conforme relatado pela Juliana no post "completando 90 dias com domínio próprio".

7) Não precisa se preocupar com a configuração

Registrar e configurar um domínio tem ficado cada vez mais difícil. Principalmente, quando algum probleminha acontece e dificulta ainda mais a configuração para o usuário. Em 2012, o Blogger alterou o procedimento necessário para fazer a configuração do domínio, sendo necessário inserir no painel do registrador dois CNAMEs, o que até hoje, tem levado muita gente a desistir de usar o domínio próprio. Aqueles que não conseguem configurar o seu domínio, temos um serviço que auxilia o usuário a colocar o blog no ar.

Dos tópicos mencionados acima, os que merecem mais destaque e são pontos que precisam ser levados em consideração, acredito que seja a privacidade dos dados exibidos na internet e o posicionamento nos mecanismos de buscas. Contudo, ambas possuem medidas alternativas para serem contornados, cada um dentro da sua própria limitação. Mas não acredito que este seja o caminho a seguir. Existem várias vantagens positivas para a aquisição do domínio próprio e este é um quesito que não pode ser negligenciado por muito tempo.

Na sua opinião, existe mais algum motivo que deve ser considerado na hora de optar em não comprar um domínio próprio? Ou, os pontos citados é pura conversa e não vale a pena serem analisados antes de registrar o domínio?

Continuar lendo…



Há cerca de 200 milhões de blogs no mundo que trazem os mais variados tipos de conteúdo. Dentre estes, existem vários que desenvolvem postagens com um ótimo padrão, outros que de vez em quando tem postagens de grande alcance e mais alguns que nunca tiveram sucesso nos seus artigos.

É necessário entender que sucesso de um artigo não é apenas quantidade de visualizações de postagens. O sucesso de uma postagem também é medido por opiniões através de comentários que também pode ser medido quantitativamente, pelo tempo que o leitor fica nesta página e o share que tal postagem recebeu, ou seja, quantas vezes foram compartilhada nas redes sociais.

Recomendo: 5 dicas para aumentar as visitas do seu blog usando o Facebook

Uma série de razões podem se tornar um fator importante para suas postagens não terem o sucesso desejado, tais como:
1. Erros tipográficos e gramaticais

A tipografia tem como objetivo principal dar ordem estrutural e forma à comunicação. Para sites e blogs entende-se este termo na composição do layout, fontes, espaçamento, imagens ilustrativas e até cores da fonte e fundo da postagem. Ter uma postagem mal organizada deixará seu artigo confuso e na internet o que as pessoas não querem é confusão na leitura.

Outro detalhe é a gramática. Você não precisa ser um escritor especialista ou um professor de português para se tornar um bom blogueiro. Pelo contrário, um escritor mediano pode ser um blogueiro muito bom. Escrever bem e obedecer algumas regras gramaticais é um pré-requisito necessário que a maioria dos blogueiros deve seguir.

Recomendo: Cuidados com a grámatica em suas postagens

2. Postagens desrespeitosas

Postagens polêmicas são sempre bem-vindas, desde que tenham embasamento real e que não venha ferir os bons costumes. Porém, sempre vejo blogueiros que escrevem artigos com as suas opiniões, mas sem ter nenhum tipo de conhecimento sobre o assunto e que em maioria faltam com respeito em suas críticas no artigo ou nos comentários.

Claro que existem blogs pessoais ou de opiniões que certamente seguem rigorosamente uma ética em seus artigos. Todavia, para outros blogueiros não dar sua opinião particular (se for muito polêmica) é um movimento seguro e recomendável. Mas, acrescentando opinião é uma necessidade e demostra autoridade. Seu pensamento faz o que você é. Porém, cuidado com os termos e com os assuntos!

3. Usar estilo de escrita de bate-papo

O estilo de escrita bate-papo é aquele que a maioria dos usuários de mensagens instantâneas como msn usam. Onde a palavra "você" se torna "vc", "tudo de bom" vira "tdb", "também" transforma-se "tb" e por aí vai.
Outro ponto importante deste tipo de escrita é são os emoticons que também são usados em forma de texto, como este :)

Uma postagem é um meio de informação e informar as pessoas assim não é correto, pois mesmo seu blog sendo de humor ou informal ele precisa transparecer credibilidade e a escrita bate-papo de forma alguma mostra isso.

4. Textos sem nexo

Um erro comum em postagens grandes é a perca da linha de raciocínio no decorrer do texto. Isso pode se tornar um erro fatal para seu conteúdo, pois irá gerar um desinteresse do leitor e certamente ele não voltará a sua página.

Se a postagem for grande recomendo que separe-a em tópicos, assim como fiz neste artigos. Deste modo será mais fácil de se escrever e ler.

5. Pesquisa inadequada

Ninguém espera que você saiba tudo, mas quando você está levando informação, você tem que saber o que di e para isto é necessário pesquisar. Leia quase tudo que você achar sobre o tema. Isso irá abrir a sua mente e desenvolver novas percepções no seu cérebro.

Recomendo: Aprenda a lidar com as críticas no seu blog

Geralmente blogueiros escrevem antes de pesquisar. Na maioria das vezes fazem isso para não "pegar a ideia" de outro escritor, criando assim seu próprio estilo. Mas, como a base de leitores começa a crescer, um único comentário que questiona a sua autoridade, pode ser muito prejudicial para a sua reputação.

Continuar lendo…

A blogosfera está exigindo cada vez mais especializações por parte dos blogueiros. Um blog mais profissional exige trabalho especializado, exige conhecimento específico e domínio do assunto.
Antigamente blogs não tinham reputação, hoje são fontes de pesquisa, alguns chegam ao ponto de ser mais valorizados do que grandes portais e empresas. Um exemplo disso? TecnoBlog.net.

Por que os blogueiros devem estudar?

Estudar é adquirir conhecimento, é aumentar o nível de sabedoria, sem estudo somos apenas seres humanos ignorantes. Na blogosfera não é diferente, todos os dias “nascem” blogs concorrentes do seu, e o que você vai apresentar de diferencial? Por qual motivo seu blog vai ser o campeão de acessos e reputação nesse nicho?

Passar de ano na escola é fácil, difícil é ser um bom aluno e ganhar respeito dos professores, colegas e coordenadores. Criar um blog é fácil, difícil é crescer ao nível em que ele paga suas contas. A diferença está em um conjunto de coisas, espírito empreendedor, SEO, layout, conteúdo, etc. No entanto, nunca vi grandes blogueiros que não estudam e escrevem de qualquer jeito.

Leitura é essencial

Alguém tem dúvidas disso? A melhor forma para aprender a escrever é lendo! Através da leitura adquirimos vocabulário, aprendemos a escrever as palavras corretamente, tiramos várias dúvidas de escrita e ganhamos conhecimento do assunto lido.

Cursos online ou presenciais

Esse ponto é bem pouco comentado e praticado infelizmente. Existem inúmeros cursos interessantes que podem ajudar diretamente ou indiretamente você blogueiro, é só ter interesse.
Procure no Google por cursos brasil, cursos online, cursos de inglês, programação, design, desenvolvimento da escrita, etc. Encontre a melhor opção e o melhor curso de acordo com o seu interesse.

Conclusão

Você precisa ter uma mente formada, com suas opiniões e pensamentos. Ter consciência que SEMPRE vai existir alguém maior que você, pois é impossível ser o melhor em tudo. Também deve existir a consciência que você pode ser um dos grandes, basta querer.

Lembre-se: Conhecimento é um bem muito precioso, onde o que você aprendeu ninguém pode roubar. Bom estudo!

*Publieditorial

Continuar lendo…

O blogueiro e a vida pessoal

26 de abr de 2012


Cuidar do blog e da vida pessoal não é nada fácil. Quem de nós nunca sentiu aquele sentimento de culpa que ecoou no fundinho do peito por ter deixado algum deles de lado? É um desafio! Pois, para ser bem sucedido em ambos, é preciso muita dedicação e aí é que está o grande desafio do blogueiro. Haja tempo e disposição para cuidar de tudo, não é mesmo? É família, trabalho, estudos, religião, lazer, saúde, e claro, nossos queridos blogs. 
São tantas coisas disputando nossa atenção ao mesmo tempo que corremos o risco de cair em duas situações: ou cuidamos somente do blog e começamos a negligenciar nossa vida pessoal, ou então, esquecemos o blog e cuidamos unicamente das nossas coisas pessoais. Mas como gerenciar nossa vida pessoal e cuidar do blog de maneira saudável? A seguir cito algumas armadilhas que poderão destruir a sua vida pessoal:
1) Negligenciar a Família
Então vamos lá! O que você fez nessa páscoa? Ficou em casa curtindo a família ou se trancou no quarto, aproveitando o tempinho extra para fazer um post? Por aqui já dá pra ter uma idéia de como andam as suas prioridades. Nada mais familiar do que passar datas festivas como Páscoa, Natal, ano novo e aniversário de alguém especial junto com a família. Contudo,  se você está deixando ela de lado para ficar no blog, está havendo uma inversão muito séria de valores. E dependendo da intensidade disto, você pode até ''perder'' sua família.
2) Se Distrair no Trabalho
Acessar o blog no ambiente de trabalho é outro risco. Quem age assim coloca em risco o seu sustento. Somos pagos por nossos empregadores para trabalhar e não para blogar (desde que você não seja um blogueiro autônomo e profissional, que tire unicamente do blog a sua renda). Nossa imagem como profissional pode ser manchada pelos constantes acessos ao blog. Nenhum empregador gosta de ver o empregado se distraindo com outras coisas. Tenha limites!

3) Descuidar-se da Saúde
A saúde é outra área que pode ir para o espaço se não tomarmos cuidado. Quem de nós nunca sacrificou o sono para fazer uma postagem? Eu mesma fiz isso algumas vezes e precisei colocar limites. Sacrificamos nossa noite de sono nos expondo ao cansaço e à fadiga no dia seguinte, somente para cuidar do nosso blog. Alguns deixam de tomar banho e até mesmo de se alimentar corretamente, outros pelo contrário, comem e comem enquanto postam. Resultado? Saúde prejudicada. A consequência pode não ser imediata, mas os efeitos com certeza iremos sentir com o tempo.
4) Relaxar nos Estudos
Para quem estuda, blogar é uma excelente distração. Ficar vagando na internet cuidando do blog e das redes sociais tira qualquer um dos estudos. As notas tendem a cair e os trabalhos a serem entregues na última hora e, detalhe, sem uma boa produção de textos. Muitos, ao escreverem em seus blogs, seguem o ritmo dos trabalhos escolares dos quais fazem apenas cópia dos textos originais. Infelizmente, tenho observado que boa parte desses blogueiros jovens não estão produzindo seus próprios conteúdos. Contudo, diante dessa realidade, não posso deixar de parabenizar aqueles que estudam e produzem seus textos de maneira original.
5) Abandonar o Descanso e a Diversão
E quanto a diversão e descanso? Você está separando momentos para relaxar e descansar? Tem saído pra passear, ir ao shopping, ao cinema, à pizzaria e tantos outros lugares bacanas para se divertir? Ou tá sempre enfurnado em casa blogando? A vida passa. Precisamos tanto de diversão quanto de descanso. Todo ser humano precisa descansar a sua mente para poder produzir com eficiência. Quem quer ter produtividade contínua, tem que se atentar para isso. Do contrário, virá o bloqueio criativo e o blog certamente sofrerá com isso.
A Melhor Alternativa
O ideal é separar um tempo para cuidar do blog. Observe seus horários e veja onde você poderá encaixá-lo de maneira que não prejudique o desenrolar de suas atividades pessoais. Seja ponderado e use o bom senso. Alguns blogueiros têm tempo disponível para blogar todo dia, enquanto outros tem de uma a duas ou três vezes por semana. Eu, particularmente, não posso me dar o prazer de fazê-lo todo dia. O importante é que este tempo seja produtivo e que ele não sacrifique outras áreas.
Enfim, não quero aqui dizer que nossa vida se divide somente nesses aspectos. Mas apenas alertar para alguns cuidados, já que alguns colegas encontram dificuldades nesse sentido. Negligenciar a vida pessoal por causa de um blog não vale a pena. É preciso lembrar que o blog existe mais como um projeto e não como o centro das atenções. Assim, é possível cuidar da vida pessoal e cuidar do blog de maneira saudável. 
Altos e baixos acontecem, algumas dificuldades nos surpreendem com tamanha força que não conseguirmos cuidar do blog por meses, o que é compreensível, apesar de não ser bom para o blog. Mas somos humanos e temos inúmeras necessidades. Nem sempre será possível manter a agenda, mas ter uma vida saudável tanto para nós quanto para o blog é possível, desde que não caíamos nas armadilhas que citei. Acabe de vez com o jogo: vida pessoal versus blog; e seja um blogueiro bem sucedido, saudável e feliz!




Continuar lendo…

A Mandriva lançou nesta semana a versão final do Mandriva Linux 2010.1. A versão final está disponível em três edições (One Edition, Free Edition e Powerpack Edition) para as plataformas 32 e 64 bits.

Esta versão vem com o kernel Linux 2.6.33.4, KDE 4.4.3, GNOME 2.3.0.1, novos drivers de vídeo, melhorias no Mandriva Directory Server e mais.



Segue os links para download:

Download: Mandriva Linux 2010.1 One Edition
Download: Mandriva Linux 2010.1 Free Edition
Download: Mandriva Linux 2010.1 Powerpack Edition

Continuar lendo…





Um dos mais importantes fator de SEO e Link building é a autoridade de um determinado site. Vamos explorar um pouco mais a e como usá-lo para seu próprio benefício.

Relevância e Page Rank


A autoridade é atrelada ao website que realiza o link para você. No caso, se um site com page rank alto linkou para você, é sinal que uma autoridade, um website forte (com PageRank alto), está dizendo que o seu website é bom (através do link). Estes Links dofollow transferem um valor para sua página aumentando o seu PageRank, resultando em um melhor posicionamento nos mecanismos de busca.

Autoridade vem com o tempo


Continuar lendo…

Cansado de seguidores malas que não te segue no twitter e não tem muita paciência para ficar dando unfollow em um por vez, e quer dar unfollow em massa nesses malas, a dica a seguir vai ser uma mão na roda pra você.

O TrTools é uma ferramenta para ganhar muitos seguidores rapidamente, mas também pode servir para dar unfollow em massa (deixar de seguir diversos usuários de uma só vez) ou até mesmo seguir todos que te seguem e você ainda não segue. A ferramenta é brasileira e super fácil de usar.

Como dar unfollow em massa em não seguidores

Continuar lendo…

Pesquisar